Ministro da Agricultura afirma que governo vai abrir novos mercados à suinocultura

Novos compradores devem beneficiar, de forma precisa, o oeste do Paraná, destaque nacional na produção de aves e suínos

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Carlos Fávero afirmou na quarta-feira (7) no Show Rural em Cascavel que o governo federal trabalha, de forma incisiva, para abertura de novos mercados e citou como exemplo países promissores à carne suína, que enfrenta embargos em diversos países, em todos os continentes.

Destacou que, até o meio deste ano devem estar consolidados ao menos 9 novos mercados, somado a lista de quase 40 aberturas registradas em 2023, no primeiro ano da nova gestão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “E essas aberturas vão beneficiar de forma muito precisa o estado do Paraná que já exporta para mais de 150 países e que atua de forma tão importante na produção de proteínas. Novos mercados significam avanço econômico e consolidação dos segmentos”, reforçou.

Para o ministro, apesar dos sinais de perdas registradas no campo, o momento é de cautela, esperar para acompanhar o desempenho da safra de verão que segue sendo colhida e, caso necessário, pensar em medidas de socorro a partir do governo federal.

O ministro destacou ainda que estados altamente produtivos, como o Paraná, se mantém consolidados, tanto para o mercado interno quanto externo, e que isso reflete de forma positiva à economia. “Estamos trabalhando para que, ainda neste ano, consigamos abrir mercados extremamente importantes como o do Japão e da Coreia do Sul que consomem um volume importante da carne suína”, destacou.

Para o deputado federal Zeca Dirceu, pleitos como os voltados à agricultura e pecuária representam a consolidação econômica do Paraná e precisam de apoio político. “E é por isso que estamos trabalhando fortemente na Câmara dos Deputados para tratarmos dos temas voltados à economia no campo. O agro é uma potência e as reivindicações que forem retiradas daqui, do Show Rural, serão imediatamente tratadas por mim, com nossa bancada e com o governo”, avaliou.

Notícias Relacionadas

Informativo diário | cadastre-se agora e receba diariamente a principais notícias do mercado gratuitamente

Canal Mundo Agro

NOSSOS PARCEIROS

Notícias Relacionadas

Últimas Notícias

Revista SuiSite

Últimas Notícias

Busca por palavra chave ou data

Selecione a Data

Busca por palavra chave ou data

Selecione a Data

CONFIRA OS DESTAQUES DA NOSSA ULTIMA EDIÇÃO

sui1

Mulheres dirigem 1,7 milhão de propriedades rurais no Brasil e continuam quase invisíveis

Publicação Mulheres na Pecuária traz histórias femininas na gestão de fazendas pelo Brasil. Página 08.
sui2

De olho no mercado externo: com investimento de mais R$ 40 milhões, Topigs Norsvin inaugura Inovare Núcleo Genético, em Lages (SC)

Granja núcleo terá capacidade para alojar mais de mil bisavós; foco é mostrar ao mundo que o Brasil pode ser referência na produção e exportação de genética suína. Página 12.
sui3

Valor da Produção Agropecuária deve atingir R$ 1,159 trilhão este ano

Recordes de produção de lavouras respondem por esse resultado. Página 18.
sui4

Exportação cai, mas mercado doméstico se mantém estável

Estabilidade indica uma cautela nos elos finais da cadeia que não estariam ‘arriscando’ adquirir mais do que o que efetivamente será vendido. Página 20.
sui5

KemzymeTM Protease. Uma solução inovadora para melhoria da rentabilidade na produção de suínos

Com o aumento global dos custos para produção de proteína, é imprescindível que a digestibilidade desta seja melhorada.. Página 32.
imagem06

IPVS2022 tratará a suinocultura mundial de maneira holística

Os debates trarão informações e atualização de todos os elos da cadeia produtiva. Página 50.

imagem07

Está Chegando! Salão Internacional de Avicultura e Suinocultura 2022

Além das oportunidades de negócios, o SIAVS será palco do maior congresso técnico do setor, com intensa programação e mais de 100 palestrantes do Brasil e de outros países. Página 54.

imagem08

O suinocultor está pagando para trabalhar

A suinocultura enfrenta a sua pior crise. Os altos custos de produção vêm na contramão dos baixos preços pagos pelo quilo do suíno vivo. Página 56.

Fale agora no WhatsApp